Semana da Contabilidade começa com o III Fórum Tributário

Publicado em: 26 | 09 | 2017

Por Assessoria de Comunicação

O Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais (CRCMG) promove, de 26 a 29 de setembro, a Semana da Contabilidade, em comemoração ao Dia do Contador, celebrado em 22 de setembro, dia de São Mateus, patrono da categoria. A programação do evento será marcada pela realização de fóruns temáticos que têm como objetivo discutir assuntos técnicos relevantes referentes a cada umas das especializações da profissão contábil.

Para dar início à Semana da Contabilidade, foi realizado, na manhã dessa terça-feira (26/9), o III Fórum Tributário. Na abertura do evento, o presidente do CRCMG, contador Rogério Marques Noé, destacou a importância do profissional contábil no atual cenário de crise do país, além de falar sobre a necessidade do aprimoramento da classe contábil, através do programa de educação continuada. Na ocasião, Rogério Noé apresentou, também, a proposta de Educação a Distância (EAD) por meio da TV CRCMG, o canal do Conselho no YouTube.

Em seguida, o conselheiro Edmarcos Braga deu início à palestra “Bloco 0 do Sped e o cruzamento das informações”, na qual destacou a importância do Sped para a fiscalização das empresas e lembrou, também, do avanço que o eSocial trará à contabilidade. Logo após, Leda Almeida Cantão Dias iniciou a palestra “Riscos fiscais da classificação das mercadorias”, explicando que, através da classificação fiscal, ocorre toda a tributação de um produto e, assim, a classificação está presente em todo o processo de produção.

Na sequência, foi ministrada, por Ricardo Dias Rocha e Thales Pereira Cardoso, a palestra “RFB e o Plano Anual de Fiscalização”. Ricardo Dias destacou a importância da análise do relatório do plano anual de fiscalização, no qual a Receita Federal apresenta os resultados alcançados pela fiscalização no ano vigente e o planejamento para o próximo ano. Finalizando sua apresentação, Ricardo falou sobre a qualidade do Sped, considerado um dos melhores sistemas de fiscalização do mundo.

Já Thales Pereira Cardoso apresentou os resultados financeiros das atuações da Receita Federal durante o ano de 2016 e mostrou quais são os objetivos de fiscalização para 2017. Thales falou sobre a colaboração entre Brasil e Estados Unidos, cujo intuito é o cruzamento de dados, a fim de fiscalizar os patrimônios não declarados na Receita Federal do Brasil.

Posteriormente, o palestrante Dr. João Paulo Fanucchi Almeida Melo falou sobre “O valor da informação contábil para a defesa do contribuinte no Contencioso Tributário”, destacando a importância da parceria entre contadores e advogados tributários em um processo jurídico. Ele mostrou, também, que é indispensável a exclusividade do profissional formado em contabilidade na perícia contábil, sendo que tal atividade não pode ser exercida por outro profissional.

Para encerrar o fórum, a palestra “Penalidades ao contador no Conselho de Contribuintes do Estado de Minas Gerais” foi apresentada pelo advogado Carlos Alberto Moreira Alves. O foco da palestra foi apresentar o tratamento dado pelo Conselho de Contribuinte aos profissionais da contabilidade, além de abordar quais os cuidados que eles devem ter no exercício da profissão. “Muitas vezes, o profissional fica no dilema entre cumprir as normas ou cumprir o que o cliente deseja. Porém, é necessário ter a consciência de suas responsabilidades civil, penal e tributária. O contador tem que tomar cuidado e se resguardar, pois, quando se vê algum erro no aspecto tributário, os primeiros profissionais a serem procurados são os contabilistas e os advogados, o que eu não concordo. Não podemos servir de bode expiatório para toda essa onda de corrupção que vive o país.”, disse Carlos.

Fotos por: Higor Martins e Déborah Arduini