Fórum sobre o Terceiro Setor encerra a Semana da Contabilidade

Publicado em: 29 | 09 | 2017

Por Assessoria de Comunicação do CRCMG

Para dar início ao último dia da Semana da Contabilidade, foi realizado o III Fórum do Terceiro Setor. A primeira palestra do dia, “Desafios e oportunidades na era digital - uma visão do Ministério Público”, foi apresentada pelos debatedores Dr. Valma Leite Cunha, Cláudia Gontijo e Leonardo Mol, e contou com a participação da moderadora Daniela Balbino.

Os palestrantes apresentaram dados referentes ao Terceiro Setor no país, suas características e formas de constituição. Além disso, foram apresentadas as principais diferenças entre associações e fundações e foram discutidas questões sobre a obrigatoriedade do registo do livro físico nos cartórios para a entrega das prestações de contas.

Já a palestra “Reinf e eSocial” foi ministrada por Jorge Fonseca, fundador da primeira empresa especialista em terceiro setor, a Savere, que existe há 52 anos. Ele explicou o conceito de Reinf e eSocial, quem é obrigado a fazer suas emissões e como funcionam os sistemas. “O e-Social colhe informações sobre pessoas físicas, já o Reinf colhe informações de pessoas jurídicas e, ainda, de algumas pessoas físicas.  Os dois entrarão em vigor em 1º de janeiro e 1º de julho de 2018, respectivamente. Quem ainda não adquiriu os programas de emissão, é importante que já adquira para estudar seus layouts e não enfrentar problemas quando começar a obrigatoriedade.”, disse. Além disso, Jorge falou sobre a importância da implementação do eSocial para o Brasil: “O nosso país tem enfrentando um grande problema com a sonegação, que gera um grande déficit. Para diminuir esse déficit, o governo implantou o eSocial, que trata dessa situação. Ninguém escapa, todos estão obrigados às determinações desse sistema. O eSocial manterá informações de interesse de diversos órgãos públicos. ”, explicou.

Encerrando o fórum, foi realizada a palestra “Captação de recursos para o Fundo da Infância e Adolescência (FIA)”, apresentada pelo conselheiro do CRCMG, Sérgio Dias Bebiano. Ele iniciou a apresentação agradecendo o apoio do presidente do CRCMG, Rogério Noé, e do Grupo de Trabalho do Terceiro Setor, e explicou como funciona a arrecadação do FIA. Além disso, apresentou quais os municípios mineiros recebem os benefícios dos recursos do projeto. Ao finalizar sua fala, destacou a importância de se conhecer e divulgar a iniciativa: “O FIA é uma causa de todos nós!”, ressaltou.