CRCMG e Jucemg reúnem-se para abordar impactos da greve de servidores

Publicado em: 05 | 10 | 2017

Por Assessoria de Comunicação do CRCMG

 

A fim de discutir os impactos da greve dos servidores da Junta Comercial do Estado de Minas Gerais (Jucemg) nas atividades da classe contábil, o presidente do Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais (CRCMG), Rogério Noé, e o representante da Federação dos Contabilistas de Minas Gerais (Fecon MG), Janilton Marcel de Paiva, reuniram-se com o presidente da Jucemg, José Donaldo Bittencourt Júnior, no dia 27 de setembro.

 

O presidente da Jucemg informou que, desde o início da greve, em 28/8/2017, a Junta tem realizado um trabalho interno na sede e no interior do estado, visando cumprir com os prazos dos processos. De acordo com ele, na tentativa de minimizar ao máximo o impacto negativo gerado ao cidadão empreendedor e ao Estado, o prazo legal de dois dias úteis para abertura das sociedades Ltda., Eireli e empresário individual está sendo mantido, assim como a análise de balanços, em razão de sua utilização em licitações.

 

Donaldo ainda informou que os atos de alteração e extinção de empresário individual também estão em dia e esclareceu que a Junta está priorizando a análise das aberturas de filiais de empresas, com sede dentro ou fora do estado de Minas Gerais.

 

Segundo José Donaldo, entram na Jucemg, em média, 1.400 processos por dia, sendo analisados, em média, 1.100 processos diariamente. “A Jucemg tem feito um enorme esforço para a manutenção dos prazos, possibilitando ao empreendedor que seu estabelecimento funcione normalmente, o que mantém, consequentemente, a geração de emprego e renda.”, ressaltou ele.